Einstein e Raios Gama

NASA/Sonoma State University/Aurore Simonnet

Primeiro vamos esclarecer o que é esse negócio de raio gama.

Bem, na ficção são os raios que atingiram um homem e toda a vez que ele fica com raiva vira um monstro, chamado de incrivél Hulk.

Hehehehehee….

Agora,  falando físicamente  (Aquela né! Até parece que entendo de física! Mas a internet tá aó pra isso.)

Galera,

eu faria um texo mais elaborado. Mas estou realmente com pouco tempo. Então, abaixo segue uma definição básica, para entendimento simples, dos raios gama e uma reportagem, divulgada na INFO ONLINE, sobre isto.

Radiação gama ou raio gama (γ) é um tipo de radiação eletromagnética produzida geralmente por elementos radioativos, processos subatômicos como a aniquilação de um par pósitronelétron. Este tipo de radiação tão energética também é produzido em fenômenos astrofísicos de grande violência. Possui comprimento de onda de alguns picometros até comprimentos mais ínfimos como 10-15/10-18 metros.

Por causa das altas energias que possuem, os raios gama constituem um tipo de radiação ionizante capaz de penetrar na matéria mais profundamente que a radiação alfa ou beta. Devido à sua elevada energia, podem causar danos no núcleo das células, por isso usados para esterilizar equipamentos médicos e alimentos.”
fonte: wikipédia

Reportagem:

Previsão de Albert Einstein de que toda radiação eletromagnética viaja no vácuo à mesma velocidade continua válida, diz NASA.

Por meio de seu telescópio espacial para raios gama Fermi, a agência espacial pode realizar algumas medições que, pelo menos por enquanto, descartam a criação de novas teorias para o espaço-tempo.

Para Albert Einstein, o espaço e o tempo formam um sistema de coordenadas de quatro dimensões. Da mesma maneira que em um gráfico 3D é possível localizar um ponto a partir de três coordenada (x,y e z), os acontecimentos seriam localizados no espaço-tempo – porém com uma coordenada a mais justamente para definir o tempo de acontecimento. A gravidade seria a consequência dessa estrutura.

Há décadas cientistas vêm tentando criar uma nova teoria que supere esta e consiga dar conta das quatro forças fundamentais do universo. A que mais se aproximou foi um modelo da década de 1970 que conseguiu unificar eletromagnetismo, a força nuclear forte e a força nuclear fraca. No entanto, não foi possível colocar a quarta força, a gravidade, nela.

O problema com essa e outras teorias é que testá-las é bastante difícil. No entanto, os instrumentos a bordo do telescópio permitiram que um modelo fosse testado. Ele prevê que os raios gama com muita energia se movam mais devagar que os fótons com baixa energia. Isso iria contra a previsão de Einstein de que toda radiação eletromagnética – ondas de rádio, infravermelho, luz, raios-X e raios gama – viajam no vácuo à mesma velocidade.

No dia 10 de maio, o Fermi e outros satélites detectaram uma pequena explosão de raios gama chamada de GRB 090510 que durou apenas 2,1 segundos. De acordo com os dados coletados, o evento aconteceu em uma galáxia a 7,3 bilhões de anos-luz.

Dos muitos fótons de raio gama detectados, dois possuíam uma diferença energética de mais de um milhão de vezes. No entanto, após viajarem os sete bilhões de anos, o par chegou a apenas nove décimos de segundo de diferença aos detectores.

Para os pesquisadores, essa diferença é tão pequena que pode ser atribuída aos processos da própria explosão – e, portanto, não invalida a teoria de Einstein.

Durante sua atividade, o Fermi capturou mais de mil fontes discretas de raios gama, escaneando o céu a cada três horas e fornecendo uma imagem detalhada do universo.”
fonte: INFO ONLINE

 

 

Boa noite

‘Bjo e xero’

Wanessa Castro

 

Anúncios

Uma resposta para “Einstein e Raios Gama

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s